Membros da A.A.L.O

MEMBROS-PATRONOS(AS)

  1. Célio Simões de Souza, idealizador e primeiro presidente da AALO, é advogado graduado pela UFPa e pós-graduado em Direito do Trabalho pela Universidade Cândido Mendes (RJ). Foi Coordenador da Escola Superior de Advocacia, professor na UNAMA, Juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Pará, Juiz do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/PA e membro da Advocacia Consultiva da União. É membro da Academia Paraense de Jornalismo e da Academia Paraense de Letras Jurídicas. Recebeu Medalha de Prata em concurso literário da Revista TROFÉU (SP). É co-autor da obra “Rio Amazonas – Um Abraço Apertado”. Sua patrona é sua tia, a professora Cora da Silva Simões, que dedicou toda a vida ao magistério em Óbidos.
  1. Ademar Aires do Amaral é Engenheiro Civil e escritor, autor de várias obras premiadas, inclusive pela Assembléia Paraense e pela Academia Paraense de Letras. Escreveu os livros “A ENCOMENDA E O DEPUTADO” e “CATALINAS E CASARÕES”. Seu patrono é José Veríssimo de Matos, o maior crítico literário do Brasil, fundador da Academia Brasileira de Letras.
  1. Alberto Rogério Benedito da Silva, é jurutiense, geólogo, especialista em legislação mineral. É consultor na área ambiental. É co-autor de 07 livros, sobre temas envolvendo meio ambiente. Premiado, em nível nacional, pelo Ministério de Minas e Energia, com o trabalho “Atividade Garimpeira e a Mineração Organizada”; e agraciado, em dezembro/2006, com a medalha “Ordem do Mérito da Cabanagem”, pela Assembleia Legislativa do Pará. Autor, coautor e editor de sete livros, envolvendo mineração e meio ambiente; autor de mais de quinhentos artigos técnicos; colunista mineral, na década de 90, nos jornais “Diário do Pará”, “Gazeta Mercantil” e “O Liberal”. Seu patrono é o poeta e escritor Augusto Corrêa Pinto Filho, de tradicional família obidense.
  1. Antônio dos Reis Pereira, é formado em Direito pela UFPa., com ênfase em Direito do Trabalho e Sindical. Seu patrono é Dom Floriano Loewenau, primeiro bispo de Óbidos, responsável pela implantação do Colégio São José no Município.
  1. Aristides Chaves Dias é formado em Ciências Contábeis, Marketing e Jornalismo. Há 18 anos é editor do Jornal “FOLHA DE ÓBIDOS” assim como do site “FOLHA DE ÓBIDOS”. Seu patrono é José Barroso Tostes, fundador da FOLHA DE ÓBIDOS na década de 1920.
  1. Arlena Arruda do Amaral Savino é graduada em Direito. Foi Coordenadora Técnica da Assembléia Legislativa Estado Pará. Sua patrona é Auta Arruda do Amaral, titular da cadeira nº 05 da Academia Brasileira de Estudos e Pesquisas Literárias de Brasília/DF.
  1. Aucimario Ribeiro dos Santos, é bacharel em Direito pela UFPa, pós-graduando em Direito e Processo do Trabalho, exerce o cargo de Assessor de Desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região. Seu patrono é Eduardo Grandi, advogado, consultor jurídico e poeta que se considerava um verdadeiro obidense.
  1. Bella Pinto de Souza é graduada em Ciências Contábeis e Pedagogia pela UFPa. Aperfeiçoou-se em Administração de Projetos Culturais pela FGV. É servidora pública no CENTUR em Belém e escritora consagrada tendo publicado vários livros de intenso apelo regional e infantil, dentre os quais se destaca “AMAZÔNIA – PATRIMÔNIO NOSSO”. Seu patrono é Ildefonso Guimarães, escritor obidense que ocupou a cadeira nº 5 da Academia Paraense de Letras.
  1. Deodoro Pedro de Oliveira Filho é escritor, autor das obras FILOESIAS e TEORIA FINAL, que atua com desenvoltura no incremento da cultura obidense, sendo um batalhador da divulgação de suas próprias obras nas escolas de ensino público fundamental do Município. Seu patrono é o ilustre homem público e intelectual Benjamin de Araújo Lima, que chegou a ser governador do Amazonas.
  1. Berardino João Tadeu Savino Priante, descendente de italianos, é Engenheiro Civil pela UFPA, militou como bancário durante  trinta anos, dos quais vinte anos como gerente, atualmente cursa a Faculdade  de  Direito. É um memorialista nato e cronista apreciado por sua extraordinária capacidade de registrar em seus escritos fatos que escapam do conhecimento de muitas gerações de obidenses. Seu patrono é o ilustre médico e articulista do jornal Diário do Pará José Benito Priante, autor do livro de crônicas “PEGADAS EM MEU CAMINHO”.
  1. Carlos Antônio Barbosa da Silva também descende de italianos. Integrou a primeira turma do Ginásio São José em Óbidos. Graduou-se em Arquitetura e Urbanismo pela UFPa e aperfeiçoou-se em sua atividade profissional no Sul do País. É um dos melhores cronistas obidense, colaborador assíduo de sites obidenses, maranhenses e amazonenses. Sua patrona é Maria Madalena de Pina Printes, uma das maiores educadoras Município de Óbidos.
  1. Célio Augusto Oliveira Simões, é filho e neto de obidenses, graduou-se em Direito pela UNAMA. É pós-graduado em lingüística pela mesma universidade. Atuou como professor de inglês nos Colégios Beverly, Castilla e Instituto Dom Bosco. É tradutor independente, fez estágio na Universidade do Missouri (EUA). É servidor público no Tribunal de Justiça do Estado do Pará. Seu patrono é seu trisavô materno José da Silva Simões, que foi vereador e o primeiro Juiz Municipal de Óbidos.
  1. Edílson do Nascimento Santos é empresário e ex-Presidente da Funtelpa, quando meritoriamente propiciou a toda a região oeste do Pará a rede de comunicação que hoje dispõe. Seu patrono é José Cornélio dos Santos, autor de vários livros e opúsculos sobre a Amazônia.
  1. Shirlei Guimarães Florenzano Figueira, é Advogada, pesquisadora do CAPES/MEC e do Diretório dos Grupos de Pesquisa do Brasil – CNPq. Atua nas áreas de pesquisa de ciências humanas – Antropologia Urbana, Ciências Humanas, Sociologia Urbana e Ciências Sociais Aplicada. Seu patrono é Mário Ferreira do Rego, escritor, poeta e personalidade ímpar da cultura obidense.
  1. Evander de Jesus Oliveira Batista é formado em Biologia pela UFPa, com mestrado e doutorado em Parasitologia Médica pelo Instituto de Biofísica da UFRJ. É pesquisador do Núcleo de Medicina Tropical da UFPa. Seu patrono é o religioso, antropólogo, pesquisador e indigenista alemão Frei Protásio Frikel.
  1. Every Geniguens Tomaz de Aquino é geólogo, Chefe do Departamento Nacional de Produção Mineral no Estado do Pará, um dos maiores incentivadores da cultura erudita e popular obidense. Seu patrono é o Padre Raimundo Sanchez de Brito, sacerdote-soldado, que com seu irmão, o também padre Antônio Manoel Sanches de Brito, mobilizou o povo para expulsar os cabanos que invadiram e saquearam Óbidos.
  1. Fernando Antônio Santos de Sousa é Administrador de Empresas com especialização em Marketing e Terceiro Setor – Fundações, pela PUC-RS e ex-professor universitário da UNAMA. Foi presidente do Conselho Regional de Administração Pará-Amapá. Executivo aposentado do Banco do Brasil S/A., após gerenciar diversas agências da capital e interior, inclusive de Óbidos. É membro da Academia Paraense de Estudos Rotários e ex-presidente de Rotary. Autor de poesias, poemas, crônicas e colecionador para publicação de 10.000 sabedorias e pensamentos célebres e de mais de 4.000 provérbios e ditos populares, sendo escritor de reconhecidos méritos. Seu patrono e ancestral é Herculano Marcos Inglês de Souza, um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras.
  1. Francisco José Alfaia de Barros, colaborador do Banco da Amazônia S.A., músico amador; Bacharel em Administração; possui cursos de aperfeiçoamento em Administração para os setores públicos e privados, bem como de gestão de pessoas através da Amana Key (São Paulo). É ativista cultural, atuando principalmente na área musical e em grupos folclóricos de Óbidos. É também responsável pela implantação do Projeto Quinta Cultural do Banco da Amazônia, que se tornou tradição durante o mês de julho na semana da Festa de Santana. Sua patrona é a obidense Maria Júlia Amaral Mousinho, escritora, poeta, Bacharel em Letras, funcionária do Banco do Brasil e membro atuante do Coral daquela instituição que hoje leva seu nome.
  1. Geraldo Magela Pinto de Souza é Procurador de Justiça no Ministério Público do Estado do Pará, do qual é membro do seu Conselho Superior. É poeta e escritor, atuando como colaborador de sites culturais. Seu patrono é o desembargador obidense RAIMUNDO NOGUEIRA DE FARIA, que foi Presidente do Tribunal de Justiça do Pará.
  1. Guilardo Lôbo é agrônomo formado pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Foi pesquisador associado do NAEA/UFPa. Também é escritor e cronista. Seu patrono é Romualdo de Souza Paes de Andrade, Juiz Municipal de Óbidos e Desembargador, tendo exercido o cargo de Presidente do Tribunal de Justiça do Pará.
  1. Hélio Marinho de Azevedo é engenheiro agrônomo dos quadros técnicos do Banco da Amazônia. Foi prefeito na cidade de Óbidos e efetivo incentivador da cultura popular do Município, tendo prestigiado ao máximo a atuação dos “cordões” de pássaros e bois bumbás nas quadras juninas. Seu patrono é Frei Prudêncio Kalinowski, que foi Cura da Sé em Santarém no tempo em que Dom Floriano era o Bispo Prelado, mais tarde transferindo-se para Óbidos.
  1. Hugo Antônio Ferrari, descendente de ilustre família de italianos que adotaram Óbidos como a nova pátria, foi Secretário Municipal de Administração, é escritor, cronista colaborador de O LIBERAL e de vários sites culturais. Seu patrono é o irmão José Carlos Ferrari, um dos Prefeitos municipais que mais investiu em cultura, oficializando inclusive o hino, o brasão e a bandeira municipais.
  1. Izarina Tavares Israel, é poeta, escritora, ensaísta, membro titular da Academia Paraense de Letras Interiorana. Suas poesias são de rara beleza e colocam em relevo invariavelmente o amor. Seu patrono é o jurista obidense Raimundo de Sousa Moura, juiz presidente do Tribunal Regional do Trabalho e do Tribunal Superior do Trabalho.
  1. João de Jesus Farias Canto graduou-se em Matemática pela CESEP. É Tecnólogo em Informática pelo CESUPA. É pós-graduado em Matemática UNICENTRO(PR). Mestrando em Educação Brasileira, na linha História e Memória pela Universidade Federal do Ceará. É criador e administrador do site “Chupa Osso” abrindo vasto espaço para publicação da obra intelectual de todos os obidenses. Seu patrono é Abdias de Arruda, que foi Juiz da Comarca de Óbidos por 20 anos.
  1. Jorge Ary Ferreira é obidense de tradicional família, atuando por muito tempo como titular do Cartório Ary Ferreira, seu genitor, desportista famoso e pessoa ilustre que se tornou o nome do estádio local – o Arizão. Presidiu a ACOB – Associação Cultural Obidense, parceira da Academia. Seu patrono é Francisco Manoel Brandão, o maior folclorista obidense, onde demonstrou toda sua genialidade no livro TERRA PAUXI.
  1. José Edílsimo Eliziário Bentes é Desembargador Federal do Trabalho no TRT da 8.ª Região, que presidiu no biênio 2006/2008. É mestre em Direito do Trabalho e professor desta disciplina na UFPa. Foi membro do Conselho Superior da Justiça do Trabalho. É profundo conhecedor dos hábitos e costumes dos ribeirinhos do Baixo Amazonas, como revelam seus sempre bem escritos discursos. Seu patrono é Raimundo da Costa Chaves, médico, prefeito, político ilustre e Deputado Estadual por Óbidos.
  1. José Raimundo Farias Canto, é cronista ex-professor da UNAMA e advogado, com mestrado em Direito do Trabalho. É também Doutorando em Direito Ambiental na Universidad do Museo Social Argentino-UMSA, em Buenos Aires. Atua profissionalmente como fundador e titular do Escritório Canto Advocacia em Belém. É grande e dedicado incentivador da cultura obidense. Seu patrono é o consagrado poeta e escritor Ruy Paranatinga Barata.
  1. Luiz Arthur Brito da Silveira, é obidense residente em Santos (SP), engenheiro projetista e design gráfico. Foi o autor da logomarca da Academia, inserida em seus papéis e da Medalha “CIDADE PRESÉPIO”. Seu amor pela Terra fez com que criasse e mantivesse o PORTAL DE ÓBIDOS, onde divulga as manifestações culturais de sua cidade. Seu patrono é o avô materno Saladino de Brito, o maior poeta obidense, autor do Hino do Município de Óbidos (letra e música).
  1. Maria de Nazaré da Cruz Vieira, é Doutora em Linguística pela UFRJ, Mestra em Letras pela PUC/RJ, graduada em Letras Clássicas pela Faculdade Nacional de Filosofia da UNB. Autora de várias obras, é uma das maiores e mais ilustres expressões culturais da cidade de Óbidos. Seu patrono é Arthur César Ferreira Reis, autor da HISTÓRIA DE ÓBIDOS.
  1. Maria de Nazaré Oliveira Imbiriba Mitschein é Mestre e Doutora pela USP/Academia de Direito Internacional de Haia, na Holanda. É também professora aposentada da UFPa, porém com continuada atuação em projetos culturais no Brasil e no exterior, mesmo após sua jubilação. Seu patrono é o seu genitor, o ilustre professor, engenheiro e poeta obidense, Alirio Cesar de Oliveira.
  1. Maria Jeanett Vieira Valente do Couto foi professora por 17 anos, com curso de extensão pela Universidade Federal Fluminense. Cursou inglês pelo Centro Cultural Brasil Estados Unidos. Mestra de várias gerações, seu patrono é o odontólogo Manoel Valente do Couto, que abraçou a carreira do magistério em Óbidos.
  1. Maria José Tavares Caluff, graduou-se em Administração de Empresas pelo CESEP. Foi professora de português em diversos colégios obidenses, dentre os quais o Ginásio São José, logo após a sua fundação. Foi também Diretora de Divisão Regional da SEDUC. Sua patrona é professora particular Glória Corrêa Pinto uma das mais celebradas mestras da cidade de Óbidos.
  1. Marilene Maria Aquino Castro de Barros graduou-se em Pedagogia pela UFPa. É Pós-Graduada em Informática Educativa pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. É mestra em Educação pela UFPa e doutoranda pela Universidade do Estado do Pará. Sua tese de doutorado é uma pesquisa minuciosa sobre a trajetória do Colégio São José desde sua fundação há 100 anos. Seu patrono é o renomado matemático Constantino Menezes de Barros.
  1. Marly Uchoa Diniz Figueiredo é professora formada e foi Diretora de Cursos em vários colégios em Óbidos, onde residiu por mais de 20 anos. Sua patrona é Francisca das Chagas Simões Pantoja, funcionária pública municipal e considerada em seu tempo a memória viva de Óbidos.
  1. Nelson Adson Almeida do Amaral é graduado em Direito pela UNESPa (atual UNAMA). É mestrando em Direito Ambiental pela Universidade Federal do Amapá e Procurador Geral do Estado do Amapá. Seu patrono é Pedro Ventura Felippe de Araújo Pomar, famoso militante político obidense assassinado quase ao fim da ditadura militar, por crime de opinião.
  1. Otávio dos Santos Albuquerque é bacharel em Direito e Juiz de Direito dos quadros do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, atuando em uma das Varas da Comarca de Ananindeua (PA). Seu patrono é Eloy de Sousa Simões, que foi juiz de Direito em Óbidos no ano de 1905 e se afeiçoou profundamente à cidade, que deu seu nome a uma de suas principais ruas.
  1. Cláudio Jorge Bentes de Castro é Bacharel em Ciências Contábeis com pós graduação em Auditoria e Controladoria pela Fundação Getúlio Vargas; Bacharel em Direito com pós graduação em Ciências Penais pela Rede de Ensino LFG, em parceria com o Instituto Panamericano de Política Criminal – IPAN. Autor do Livro de Poesias “ESSE POETA QUE EM MEU CORPO ADORMECE”. Publicou inicialmente seus trabalhos poéticos nos jornais O LIBERAL, DIÁRIO DO PARÁ e A PROVÍNCIA DO PARÁ. Esteve presente na Publicação Antologia de Cidades Brasileiras pela Editora Shogun Arte – RJ. Seu patrono é Augusto Corrêa Pinto, considerado o “Antônio Lemos” obidense pelas realizações como intendente.
  1. Ronaldo Brasiliense é jornalista, ganhou mais de 20 prêmios nacionais, dentre os quais o prêmio ESSO. Trabalhou na VEJA, ISTO É, O GLOBO, O ESTADO DE SÃO PAULO, JORNAL DO BRASIL E CORREIO BRASILIENSE. É titular do site O PARAENSE e possui coluna dominical no jornal O LIBERAL. Seu patrono é Manoel Francisco Machado, o Barão de Solimões, doutor em Direito pela Universidade de Lisboa e Governador da Província do Amazonas.
  1. Tito Eduardo Valente do Couto é graduado em Direito, consultor de empresas, descende de uma ilustre família de educadores. Articulista, foi Conselheiro da OAB/PA sendo titular do Escritório TITO VALENTE DO COUTO ADVOCACIA S/S. Sua patrona é sua avó paterna Maria de Lourdes Vianna Valente do Couto, que foi professora em Óbidos.
  1. Fernando Pimentel Canto é sociólogo, escritor, obidense de nascimento radicado em Macapá (AP) desde a infância. Possui obras publicadas. Seu patrono é o Padre José Nicolino de Sousa, que se ordenou sacerdote em França. Era filho de índia. Foi vigário em Óbidos e como explorador descobriu a região chamada de “Campos Gerais”, que vai da calha do Amazonas até o Suriname. É considerado o fundador de Oriximiná, onde foi sepultado.


Anúncios

Um comentário sobre “Membros da A.A.L.O

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s